Datastrip: Identificando suspeitos na hora

By Edu, 26 de outubro de 2009

No Washington Post de ontem, uma matéria interessante sobre um projeto piloto sendo realizado aqui no condado de Fairfax. A tecnologia da empresa Datastrip permite que sejam identificados possíveis suspeitos no momento da parada policial através de leitura de impressões digitais.

O equipamento portátil se conecta pela rede celular ao banco de dados de procurados pela polícia. Em cerca de 3 minutos o equipamento envia algumas fotos da face de suspeitos para que o policial possa fazer a identificação. É uma estratégia muito interessante tendo em vista que muitos criminosos utilizam identidades falsas para não serem capturados pela polícia.

O aparelho recebeu um prêmio de inovação em setembro do ano passado. Apesar da tecnologia avançada, ainda existem entraves jurídicos. Por enquanto, ele pode apenas ser utilizado pela polícia após a ordem de prisão ou com a prévia autorização do suspeito.

Um outro uso recente, segundo o jornal, foi na identificação de corpos encontrados sem documentos. A rápida busca no sistema ajudou a solucionar crimes em menos de 24h. Pela metodologia convencional, a busca por suspeitos só seria possível ser iniciada quando os resultados da identificação de corpos são divulgados, o que leva em média 3 dias.

Para o Press Release desse projeto piloto, clique aqui.

Facebook Comments