Libeskind, Arquitetura e Inovação

By Edu, 5 de novembro de 2009

Daniel Libeskind é, na minha opinião, um dos mais incríveis arquitetos em atividade. Sei que é uma afirmação arriscada, tendo em vista os ávídos críticos ao estilo, digamos, “explosivo” do artista. Mas ao mesmo tempo pergunto: como inovar sem gerar controvérsia? Construir mais uma “caixa bem comportada” é tarefa simples, certamente passará despercebida, mas qual seu real valor? E é esse o paralelo que traço entre o estilo de Libeskind e projetos de inovação, sempre controversos e arriscados por natureza.

Encontrei esta palestra do TED Talks e fiz a questão de traduzir para o Português. Se tiver 20 minutos não deixe de ver, é uma apresentação densa mas bem interessante. Agradeço a ajuda de Giuliano Giordano, que cordialmente revisou a tradução. É também graças a ele que temos legendas na apresentação do William Kamkwamba – O menino que “colheu” o vento.

Clique em “View Subtitles” para escolher as legendas em Português:


Nós aplaudimos a caixa bem comportada, mas criar um espaço que nunca existiu é meu interesse maior. Criar algo que nunca esteve lá. Um espaço que nunca entramos, exceto em nossas mentes e espíritos. E na minha opinião é realmente nisso que a arquitetura se baseia.

Daniel Libeskind

A razão pela qual classifico Libeskind de gênio é a forma em que ele consegue transmitir emoções e sensações através da arquitetura. Perdi as contas de quantas vezes visitei o “Jüdisches Museum” e seu “Jardim do Exílio” em Berlim, uma obra que não consigo descrever com palavras.

Libeskind venceu em 2003 o concurso para a construção do memorial dos ataques terroristas em NY, obra que será construída no local onde ficavam as Torres Gêmeas. É uma pena que o projeto original teve de ser alterado por forças políticas e econômicas. O memorial está previsto para ser inaugurado em 2013, mais detalhes aqui.

Facebook Comments